SPECIALISTERNE NO MUNDO

Rede internacional de escritórios

Fundação Specialisterne

A Specialisterne Foundation é uma fundação sem fins lucrativos com o objetivo de criar um milhão de empregos para pessoas com autismo / neurodivergentes por meio do empreendedorismo social, do engajamento do setor empresarial e de uma mudança global de mentalidade.

FUNDAÇÃO SPECIALISTERNE

l
l

Projeto da Specialisterne na Casa Batlló: dois anos e meio de sucesso

out 26, 2023

A Casa Batlló é a primeira entidade cultural do mundo que conta com uma equipe cuja maioria dos trabalhadores é neurodivergente, graças à parceria com a Specialisterne e ao compromisso com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) e a Agenda 2030.

 

A casa projetada pelo arquiteto Antoni Gaudí, famosa em todo o mundo, reabriu as portas em abril de 2021 completamente renovada depois da pandemia. Para a reabertura, foi planejada uma nova visita imersiva com inteligência artificial, realidade aumentada, e tablets e audioguias, para ajudar o visitante a aproveitar ao máximo a experiência. Ao mesmo tempo, foi estabelecida uma parceria com Specialisterne para incluir pessoas neurodivergentes em diferentes serviços relacionados com o atendimento ao público visitante.

 

A partir da Specialisterne se formaram candidatas e candidatos atravéso de redes sociais, profissionais ou associações de autismo. Além disso, o museu voltou gradativamente à sua atividade normal, o que permitiu que os candidatos fossem adequadamente treinados nos diferentes cargos da Casa Batlló, bem com, praticassem as tarefas aprendidas sem visitantes ou com poucas pessoas.

 

No início, foram incluídas doze pessoas neurodivergentes em diferentes áreas de atendimento ao visitante, como atendimento em loja, validação de ingressos ou coleta de audioguias. Além da formação inicial, os trabalhadores Specialisterne da Casa Batlló têm acesso a um coaching que os acompanha no processo de interação com o mundo do trabalho.

 

Este projeto foi um desafio para a Specialisterne, pois a área museológica é muito diferente da área de informática, na qual a Specialisterne já contava com 8 anos de experiência e, além disso, a Casa Batlló tem um grande fluxo de visitantes e abre suas portas 365 dias por ano.

 

 

No entanto, o desempenho da equipe, com o apoio da Specialisterne, tem sido muito satisfatório; de fato, foi comprovado que os trabalhadores neurodivergentes são mais pontuais, faltam menos ao trabalho e causam menos rotatividade de funcionários que os trabalhadores neurotípicos. Além disso, o projeto na Casa Batlló permitiu desmistificar alguns mitos sobre as pessoas autistas, como a crença de que não podem ocupar cargos que lidam com o público ou que não podem trabalhar em equipe.

 

Nas palavras de Sónia Yanguas, responsável da área de Pessoas da Specialisterne: “O projeto de neurodiversidade que realizamos com a Casa Batlló não apenas nos permite tornar visível o autismo, mas também desmistifica diretamente os mitos e elimina os preconceitos que as outras organizações podem ter na hora de selecionar pessoas neurodivergentes para as suas equipes”.

 

Dois anos e meio depois desse início, as necessidades do serviço foram aumentando, incluindo mais pessoas autistas nos diferentes pontos de atendimento ao visitante. Atualmente, 71 pessoas da equipe são neurodivergentes, o que representa mais de 80% do quadro da Specialisterne no projeto da Casa Batlló. Os resultados, até o momento, são muito positivos, e é esperado que continue assim para crescer ainda mais no futuro.

 

Neste vídeo, a Casa Batlló abre as suas portas para que possamos conhecer alguns dos seus projetos mais preciosos e as experiências inovadoras que prepararam para os seus visitantes.